Seguidores

CONTOS E POESIAS ...





A FADINHA E O PEIXINHO DOURADO (http://soninha-reinodafantasia.blogspot.com/)


Vivia no fundo do mar um lindo peixinho dourado que tinha um sonho:

visitar o Mundo das Fadinhas.

Douradinho pedia para a sua mãezinha:

_ Mamãe, mãezinha querida, quando é que você vai me levar para conhecer o Mundo das Fadinhas?

A sua mãezinha , com dó do filho por não saber como realizar o seu sonho, lhe respondia:

- Qualquer dia destes nós vamos, meu filho; qualquer dia destes...e assim encerrava o assunto deixando o peixinho sonhando com as fadinhas.

Um belo dia em que douradinho brincava na porta da sua casinha, apareceu-lhe uma linda fadinha que lhe perguntou:

** Meu querido peixinho, eu sei que você sonha em conhecer nosso mundo, que ir lá agorinha mesmo?

O peixinho, meio alegre e assustado, lhe pergunta:

_ Quem lhe contou sobre o meu sonho?






**Eu leio os pensamentos e conheço todos os sonhos dos peixinhos, meu amiguinho, respondeu-lhe a linda fadinha.

_ Ãhñññ...que bom!! Eu quero ir,sim; vamos logo fadinha,vamos logo! falava o peixinho,entusiasmado.

** Primeiro vamos pedir permissão a sua mãezinha e depois iremos, disse a fadinha.

Entraram na casa do peixinho onde a sua mãezinha preparava o almoço e arrumava as coisinhas nos seus lugares.

Quando ela viu a fadinha ao lado do douradinho ficou tão surpresa que deixou cair uma pilha de pratos no chão, a sorte é que eram de algas e não se quebraram.

A fadinha aproximou-se da mamãe peixe, abraçou-a com carinho pedindo-lhe permissão para levar o douradinho para conhecer o seu mundo.

A mamãe peixe muito feliz por ver que seu filhinho realizaria o seu sonho, consentiu e acrescentou:

- Claro que ele pode ir minha querida fadinha, só lhe peço que o traga de volta antes de escurecer.

** Claro mamãe peixe, claro. Eu o trarei antes do por-do-sol.

De mãos dadas com a fadinha o peixinho dourado foi visitar o seu mundo, passando muitas horas deliciosas na companhia de muitas fadinhas.





Ele prometeu que voltará para contar o que viu por lá.
Vamos aguardar...



BARQUINHO DE PAPEL

José Ribeiro de Oliveira


Meu barquinho de papel,
A corrente carregou.
E ele foi embora,
E nunca mais voltou.

Hoje eu choro,
E quando chove,
Fico sempre a reparar.
Da janela eu espero,
O meu barquinho passar.

A corrente só levou,
Meu barquinho eu sei porque.
Eu gostava da chuva,
E rezava pra chover.

Minha mãe me ensinava,
A pedir pro Pai do Céu,
E botar meu pedido,
No barquinho de papel.

José Ribeiro de Oliveira

8 comentários:

Pati Alves disse...

Que linda a historia do peixinho, adorei.

V@NND@ disse...

Amei a história. Bjs!

✿ chica disse...

Muito linda a história e o barquinho azul...beijos,chica

Christina Borowski disse...

Amei seu blog! Sou professora de Ensino Fundamental e já o adicionei a meus favoritos. Sabe com é professora em férias, já ficamos pesquisando e planejando novas atividades para o início do ano letivo. Estou te seguindo. Depois faça uma visitinha ao meu cantinho.Beijooo
chrisgifts.blogspot.com

soninha disse...

Oi linda!
Ganhei um selinho e estou repassando aos visitantes.
Quando for ao Reino da Fantasia pega o seu.
beijinhos...

Amanda Fonseca disse...

Linda essa estorinha do peixinho, amiga. Adorei! Bjsss

ELIANE VILELA disse...

Q LINDA A HISTÓRIA DO PEIXINHO, A DUDINHA E A MIH VÃO AMAR...

ADOREI SEU BLOG

ESTOU TE SEGUINDO

BJUS E ATÉ MAIS

Any Modesto disse...

Amei seu cantinho...E aproveito para agradecer sua visita no meu cantinho e tbm já estou te seguindo...

Bjs